a essência do yoga

Convidados

Hélder Araújo
MÚSICA CLÁSSICA INDIANA
Tracejdo Bolinha

Helder Araujo há 28 anos  vem se dedicando ao estudo e pesquisa da Musica Clássica Indiana.  Residiu na India em 97  e retorna praticamente todos os anos para se especializar na interpretação da música clássica hindustani (música do norte da India), com grandes gurus de Benares(índia).

Raj BhanSing, DebashisSanial, Padma B. Sing,  Ajay Prasanna, DrPrakash Mohint, SukdevMishra , Jyan Swarup Mukherjee, MatarPrasad e SohanLal .

Estudou  Ney( flauta turka ) com Musico Huseyin Ozikiliç(2012,2013) e Rifat Varol(2014) e musica Sufi  com mestre Arif  Senyuz em Istanbul(Turkia). Alem de tocar o Sitar, Tabla,violino indiano e Bansuri,  Helder Araújo compoê com influência indiana, árabe,rock e worldmusic. Atualmente leciona aulas  de musica classica indiana em SP e MG.Dentre os mais importantes trabalhos de sua carreira destacam-se Cambio S Festival(Belo Horizonte),Concerto da Independência da Índia no Teatro Nacional Brasília, abertura do show de Hermeto Pascoal, abertura da palestra de Deepak Chopra no Palácio das Artes,Recital Teatro Comunne(SP),Espaço Rasa(SP) Concerto Espaço Gandiva(Curitiba),Concerto Parque São Jorge(Recife),Espaço cultural Anatel (Brasilia)  ,Recital academia brasileira de  Yoga(RJ),Simposio Índia e Brasil UFMG e Concerto com o tablista indiano Debashis Das e Rashmi Bhatt. Master classs na UFMG,UEMG ,USP,UNB e EMESP. Tem realizado varias vivências nos Sesc SP.Em 2003  fez turnês pelo Brasil tocando musicas da novela O CLONE com Marcus Viana e Transfônica  Orkestra.

Participaçoes em trilhas das novelas, O Clone(2003) e Joia Rara(2013).

Tem realizado Arranjos,Trilha Sonora, workshop e concertos nas principais capitais do  Brasil.

Possui 4 cds gravados Samadhi, Atmanam ,Jhala e Ishta(lançamento).

Atualmente é professor de música clássica Índiana no Instituto paulista de Sanscrito.

 

Apresentação de música clássica Índiana com Hélder Araújo.

Lucas Arozena na Tabla   

Victoria Moreno na Tampura 

Tracejdo Bolinha